Experiências

Ecoturismo: como planejar uma viagem sustentável da mala ao destino

publicado em
4.11.2021

Quem já experimentou viajar por aí sabe que é uma experiência da qual nunca voltamos os mesmos. Conhecer novos lugares, culturas e paisagens é uma prática transformadora. Mas, para além de uma mudança pessoal, o poder transformador pode ir além e gerar um impacto não só em você, mas também no meio ambiente e na comunidade local. Isso é possível por meio de um turismo baseado em conceitos da sustentabilidade. 

Sim, sabemos que a consciência ambiental e sustentável não pode nem deve ficar restrita à própria casa. Carregamos com a gente pra todo lugar, não é?  E esse pensamento ganha cada vez mais adeptos. 

Quase 8 em cada 10 dos viajantes brasileiros acreditam que as pessoas devem mudar os hábitos agora e fazer escolhas mais sustentáveis de viagem se quiserem preservar o planeta para as futuras gerações, segundo dados da plataforma de viagens Booking. 

E esqueça a ideia de que esses conceitos só se aplicam para campings ou algo parecido (que a gente também ama). A sustentabilidade hoje caminha lado a lado com o conforto e conceitos mais amplos de acomodações. Inclusive, 81% dos viajantes brasileiros gostariam de ficar em uma acomodação sabendo que ela é classificada como “verde ou sustentável”.

Mas como tornar a viagem mais consciente em questões ambientais e sociais? A gente te ajuda! 

Qual meio de transporte vai utilizar

A viagem será de carro? Que tal oferecer uma carona pro amigo e diminuir a quantidade de CO2 liberada na atmosfera? Além disso, o trajeto poderá ser bem mais divertido. Fazer cicloturismo na rota também fará você passear por novas paisagens, conhecer a história daquela comunidade pela qual está passando e ter um baixíssimo impacto ambiental. 

Se você ainda tem receio com a bike, aqui damos algumas dicas para perder o medo e se aventurar por aí!

Pesquise bem sobre a hospedagem

A experiência em estadias com essa preocupação vai além de escolher hospedagens que façam a triagem do lixo, por exemplo. Engloba uma interação mais próxima com a natureza, uma relação respeitosa com os funcionários, se empregam a comunidade local e utilizam produtos regionais. Uma opção para quem quer essa experiência sem renunciar a certos confortos é optar pelo glamping. Falamos mais sobre esse estilo de hospedagem aqui.

Conheça locais menos explorados 

Sim, a gente sabe que tem lugares no mundo que costumam entrar na lista dos sonhos em conhecer. Mas que tal se dedicar um pouco mais na pesquisa e buscar lugares menos badalados? Isso também é pensar sustentabilidade. Afinal, com esse tipo de turismo, não se provoca grandes aglomerações, afetando demais a rotina de quem por ali mora, bem como os efeitos do turismo não ficam concentrados em um lugar só. Visitar locais não tão famosos também estimula a economia local. O consumo local pode ser transformador.


Faça uma bagagem inteligente 

Não é só sobre o que você trará de volta da viagem, mas também sobre o que você levará. Na necessàire, busque reduzir ao máximo as embalagens. Uma boa dica são os xampus e condicionadores em barra.

Além disso, opte por cosméticos que não agridam a natureza, como protetores solares que não se dissolvam na água. Na hora de montar os looks, pense numa mala eficiente, dê preferência a cores neutras (para não espantar animais locais).

Para não precisar consumir nesse momento, vale investir em um guarda-roupa compartilhado, assim você se prepara para a viagem sem precisar comprar nada novo!  

‘Não tire nada além de fotos, não deixe nada além de pegadas’

Essa é uma máxima conhecida por quem costuma fazer ecoturismo, e é sempre bom reforçar! Quer levar uma lembrança do local? Tire boas fotos ou contemple aquele momento com atenção total, mas nada de pegar conchas, mudas de plantas ou qualquer outro elemento do espaço. Se, ainda assim, você quiser ter algo físico pra levar pra casa, vale optar por trabalhos artesanais de artistas locais. Além disso, nada de deixar qualquer resíduo que marque sua passagem por lá: cuide do seu lixo.  

Viu? As medidas para transformar a sua viagem em ecoturismo são muito simples e, com o tempo, se tornam orgânicas no planejamento. O rastro da sua passagem pelos lugares pode ser de apoio, investimento no crescimento local e muito respeito por todos os seres.

















OUTRAS PUBLICAÇÕES